[Bomba] Colesterol não causa infarto

[Bomba] Colesterol não causa infarto

Um indivíduo há 12 mil anos atrás se alimentava apenas do que ele conseguia caçar, pescar e dos frutos silvestres que ele conseguia coletar. Ele era nômade, não parava, mudava de lugar frequentemente.

Quando ele abatia uma presa, abria o animal e tirava as vísceras, os órgãos e tecidos moles, mas também a parte essencial pra ele, que era a gordura. E deixava a carcaça magra para os demais predadores comerem durante a noite.

Então surgiu a domesticação das plantas, a agricultura primitiva, e esses indivíduos começaram a produzir grãos. A agricultura é algo moderno na história do homem, passamos a ingerir carboidratos com mais frequência.
Mas os grãos de 10 mil anos pra cá mudaram muito na sua genética, não comemos os mesmos grãos que nossos ancestrais comiam, eles têm muitos mais carboidratos.

Em 1930 teve 3000 infartos registrados nos Estados Unidos, em 1960 morreram 300 mil, mas o que aconteceu período entre 1930 e 1960.

O principal problema foi a introdução dos óleos vegetais poli-insaturados que causam muitos danos. Já saturados não causam problemas. Os saturados não conseguem se transformar em gordura trans e são difíceis de oxidar.

Em resumo: o problema é a gordura trans e a oxidação da gordura.
Um estudo epidemiológico realizado na vila de Framingham em Massachusetts nos Estados Unidos, começou em 1948. Separaram 5 mil habitantes dessa vila pra fazer um acompanhamento durante 44 anos.

Nos primeiros 30 anos de estudo, o Dr. William Castelli, diretor do projeto, publicou que: “Quanto mais gordura saturada ingerida, menor os índices de colesterol. Os indevidos que ingeriram mais colesterol e mais gordura saturada, pesavam menos e eram fisicamente mais ativos”

Ou seja, colesterol não causa doença cardíaca e gordura saturada não aumenta colesterol

O estudo MRFIT, que custou 115 milhões pro governo americano com 250 pesquisadores analisando homens de 35 e 55 anos que selecionaram 13 mil homens com alto risco à doença coronária. Eles foram separados em 2 grupos, um de controle e um para tratamento.
O grupo de tratamento deveria evitar gordura, parar de fumar e aumentar a atividade física e controlar a pressão arterial durante 7 anos.

O grupo tratado, apresentou colesterol ligeiramente mais baixo e o grupo controle não houve diferença no colesterol

Entre os dois grupos quando avaliado a mortalidade cardiovascular não houve uma diferença estatística.

Quando morte por todas as causas foi avaliada com maior sobrevida para o grupo controle, que estava comendo gordura. Eles viveram mais do que os que pararam de fumar, controlaram a alimentação e fizeram atividade física … esse estudo foi republicado em várias outras publicações.

Vamos analisar a bioquímica: colesterol não é gordura! Colesterol é um álcool policíclico, é um lipídio e nem todo lipídio é gordura, mas toda gordura é lipídio. O lipídio podem ser esteroides

Claro que fumar faz mal e você devem se alimentar melhor e fazer mais atividade física.

A regra de ouro é: comer menos carboidrato refinado, não ingerir óleos refinados de qualquer tipo e comer a gordura da carne sem exagero.

Envie seu comentário